Curadoria de Sortimento e as Sazonalidades

A Curadoria de Sortimento é um serviço que faz parte do Gerenciamento por Categoria (GC), desenvolvida com base no público alvo, no segmento ou na sazonalidade que a empresa tem o interesse de trabalhar. É preciso entender o que o consumidor quer ver nas prateleiras, para então oferecer a melhor solução de compra.


O primeiro passo é clusterizar as lojas, ou seja, formar grupos de lojas que trabalham com categorias similares para capturar o real comportamento dos clientes de cada uma, garantindo que agrupamos clientes que têm comportamentos similares.

Para entender a árvore de decisão dos clientes, alguns pontos importantes são:

- Se em determinada categoria o preço pode ser a principal variável;

- Se tamanho de embalagem e marca são atributos mais importantes;

- Se a solução do produto ou do grupo de produtos é o mais relevante;

- Se a substituição ou reposição daquele produto é simples de ser feita pela área comercial e operacional.


Para isso, análises de big data podem auxiliar no cálculo de quais são os itens substitutos entre si, garantindo um mix auto renovável e não apenas semelhante. É preciso mostrar inovação e despertar a curiosidade do seu público para conquistar um relacionamento fidelizado.

Ao longo do processo conecte-se com as novidades que o mercado lança e esteja ligado às tendências que hoje são ditadas pelos canais de mídia. Outra parte fundamental é a pesquisa de lojas concorrentes e como esses estabelecimentos têm trabalhado seu mix de produtos. Estudar a concorrência facilita a prática de uma visão ampla dos tipos de produtos e fornecedores mais importantes para o mercado.



Como um serviço da nossa agência, essa curadoria é apresentada ao cliente com diversos pontos de observação sobre as diretrizes que deveria tomar, defendendo a introdução de novos produtos no portfólio do cliente. Na chegada desses produtos na loja física, começamos a acompanhar o resultado, para entender se o planejado pode se tornar de fato um sucesso de venda ou uma criação de uma nova demanda.


E como refletimos sobre o posicionamento no sortimento quando aquele evento se dá apenas uma vez ao ano?

Ao refletir sobre curadoria de sortimento ligada a sazonalidade, pensamos em abordar aspectos de um dos eventos mais importantes do ano, e o mais importante do mês de Dezembro, o Natal.

Enquanto, em 2020, data foi sinônimo de exaustão e insegurança econômica, o Natal de 2021 simboliza a esperança. Com boa parte da população imunizada e a retomada da economia, os varejistas apostam no aquecimento das vendas.


A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) afirma que o Natal deve movimentar R$ 34,3 bilhões em 2021, isso representa 4,3% a mais que no ano passado. Além das vendas, o evento promete gerar cerca de 70 mil vagas de trabalho, um crescimento de 10% em relação aos postos criados no ano passado.

Dito isso, muitas podem ser as estratégias quando o assunto é entrega da sazonalidade. É sempre importante conferir histórico de alteração do preço mínimo, médio e máximo de um produto, marca e loja de cada categoria, além do comparativo entre maior e menor preço praticado em uma categoria.

Verificar o número de concorrentes que também possuem o produto, tanto virtuais, como lojas físicas, histórico de preço do produto nessas demais lojas, e claro, alteração de preço por sazonalidade.


Ao mesmo tempo, essa quantidade excessiva de lançamentos diários no varejo nos convida a refletir: quanto esse novo produto ou sortimento vai mexer positivamente nos ponteiros de vendas da minha empresa? Faz sentido explorar essa tendência no segmento que trabalhamos? Mais do que ter muitos produtos em estoque, é necessário ter os produtos certos e em muitos casos tomar a decisão de não embarcar em todas as sazonalidades possa fazer sentido para o seu negócio.


Boas Vendas!

Por: Natália Angeli

Revisão e Edição: Fabiola Santana e Gabriel Alverne